domingo, 8 de dezembro de 2013

#44 Menino de Ouro - Abigail Tarttelin

Hei galera, tudo bom?
Hoje eu volto para resenhar um livro ótimo, e a melhor leitura do ano disparada.
Venham e conheçam Max Walker, o menino de ouro.


Sinopse do Livro:

A família de Max não permitiria nenhum desvio na imagem perfeita que havia construído. Karen, a mãe, é uma advogada renomada, determinada a manter a fachada de boa mãe, esposa e profissional. Steve, o pai, é o exemplo do chefe de família presente em sua comunidade, favorito a um importante cargo público. O ponto fora da curva é Daniel, o caçula, que, para os padrões da família Walker, é “estranho”: não é carinhoso, inteligente ou perfeito como Max. Melhor aluno da escola, capitão do time de futebol, atlético, simpático, sucesso entre as garotas: Max, o primogênito, é o menino de ouro. Ninguém poderia dizer que sua vida não é perfeitamente normal. Ninguém poderia dizer que Max esconde um segredo.

Resenha do Livro:

Bem, eu realmente não sei como começar a falar desse livro, isso acontece ás vezes, quando eu gosto muito de um livro e tenho medo de falar de mais ( ou de menos) e deixar tudo um pouco forçado.
Mas, vamos lá.
Antes de tudo, quero agradecer à Amanda, que me deu esse livro no Amigo Secreto. Valeu Amanda <3
A família Walker é perfeita, os pais, dois grandes advogados e o filho mais velho é o melhor em tudo que faz, já o caçula, é mais descaminhado.
A família tenta manter essa imagem de perfeição, mas eles escondem um segredo, especificamente, Max possui um.
Max Walker é intersexual.
Mas peraí Vitor, o que é "intersexual"?:
Aqui vai uma rápida explicação. Intersexual é o ser que possui os dois órgãos sexuais, antigamente chamados de hermafrodita.
Max é o menino de ouro, ele é ótimo na escola, ótimo atleta, amigo, namorado, filho, irmão e sobrinho.
Tudo vai bem, apenas Max, os pais ,os médicos e um casal de amigos de seus pais conhecem seu segredo, assim como o filho deles, Hunter. Max sempre viveu uma vida normal, e sente-se bem, até um rompimento que acontece na sua vida, lá pela página 20.
É uma cena forte, chocante, devastadora, que deixou muita gente com a lagriminha escorrendo pelo canto dos olhos.
Logo de cara, quando estamos nos acostumando com os personagens, Abigail joga essa cena na nossa cara, um verdadeiro soco no estômago, um chute no saco.
Depois da poeria baixar, e começamos, juntos com Max, a lidar com as consequências disso é que a trama começa a correr. A escrita é simples, mas encantadora.
O livro segue um ritmo rápido,mas em nenhum momento o leitor se perde na história.
Os personagens vão mostrando suas caras, através da escrita em primeira pessoa, que acompanha alguns deles, como Max, seu irmão Daniel, sua amiga Sylvie, seus pais e sua médica, dra. Archie.
A partir dos pais, vemos a tentativa sequencial de esconder o que Max é, do irmão Daniel, vemos muitos jogos de videogame e o ciúmes que ele tem do irmão,mas nada que impeça o amor que um tem pelo outro.
Da Dra. Archie, vemos os dados técnicos de Max e de Max, sua experiência, sentida na pele dos leitores.
O livro ressalta, principalmente através de Max, o papel da sexualidade na vida das pessoas e até onde o sexo define você.
Eu recomendaria esse livro para maiores de 15 anos, pois o tema é forte, assim como os acontecimentos.
Max é cheio de dúvidas a respeito de si mesmo, e vive perguntando o que ele realmente é, menino ou menina?
Ao longo da trama, os personagens tomam algumas decisões precipitadas, e os leitores os questionam/julgam, mas ao passar das páginas. as ações começam a fazer sentido.
A escritora, Abigail Tarttelin, foi MUITO ousada e quebrou vários e vários tabus a respeito desse tema, e conseguiu manter o ritmo ótimo ao longo do livro todo.
No final, tudo se resolve, na medida do possível. Eu me vi rindo, chorando e vibrando no decorrer da leitura, só para mostrar o quão épico Menino de Ouro é.
Foi a melhor leitura do Ano, e um livro favoritado e para ser relido na vida toda <3

" Nós apenas lhe dissemos que Max é diferente. Max é especial "
" Não existem palavras de verdade para mim. Intersexual significa estar entre duas coisas reais. "
" Eu o observo. Max Walker, menino de ouro, inteligente, sexy, engraçado, doce, sorridente, solidário, legal, popular, gentil, divertido, ótimo namorado, beija muito bem, uma pessoa estranha com um segredo. Um esquisitão intrínseco, que não dava mesmo para saber. "
"Segredos são como vermes invisíveis. "
"É quando o choque se dissipa, e eu percebo o que está por vir. Parece que se leva muito tempo para compreender a situação. Quero dizer, coisas como essa nunca acontecem. Elas acontecem com outras pessoas, mas não com você, não comigo. (...) "

Ficha Técnica do Livro:

 Menino de Ouro
Páginas: 382
Autor: Abigail Tarttelin
Editora: Globo Livros

Bem galera, foi isso.
Espero que tenham gostado, e só tenho uma coisa a dizer:
Leiam esse livro!
Vou deixar aqui alguns links sobre esse livro:
Booktrailer de O Menino de Ouro
Resenha dupla no Psychoboks, da Mari e da Alba
Resenha do Cabine Literária, pelo Gabriel

Um comentário:

  1. Cheguei ao seu blog e fiquei entusiasmado, pois foi feito com muita graça, e com muito entusiasmo.
    Gostei do que vi e li, e achei um blog fantástico, onde se aprende muito.
    Sou António Batalha, do blog Peregrino E Servo, se me der a honra de o visitar ficarei grato.
    PS. Se desejar faça parte dos meus amigos virtuais,decerto que irei retribuir,
    seguindo e divulgando seu blog.
    Desejo-lhe muita saúde muita paz e grande felicidade, e também um Feliz-Natal.

    ResponderExcluir